Curiosidades – Parte 2 – Cruzamentos 🤓

E aí amantes de cães, tudo bem ?!

Na postagem de hoje, vamos falar sobre os cruzamentos e como se formam as linhas de sangue. Vale lembrar que cada cão tem sua personalidade e suas características, assim como nós,  muitas delas estão ligadas à sua genética, e logo a sua linha de sangue, por isso é muito importante estar ciente de seu histórico, se deseja ter um cão para determinada função! 😉

Abaixo vou colocar as explicações sobre o assunto 👇

 

🔘  Inbreeding :
Nele se realiza uma consangüinidade mais intensa. Na realidade é um line-breeding de caráter muito intenso. O acasalamento de animais com alto grau de parentesco (pais e filhos, irmãos ou meio-irmãos). Tio com a sobrinha, tia com o sobrinho e primos irmãos, são considerados por alguns inbreeding e por outros line-breeding. Geralmente é o que nos seres humanos seria considerado incesto.

🔘  Heterozigosidade ou out-cross :
Neste programa trabalhamos com animais sem consangüinidade próxima, ainda que os pais pertençam a mesma linha, o que torna a fixação de características muito mais difícil, devido à constante introdução de diferente material genético. Somos obrigados a nos basear apenas no fenótipo, e, na verdade, sempre estamos dando tiro no escuro. A grande vantagem deste programa é a manutenção da variabilidade genética, que nos leva ao vigor do híbrido, o que torna as anomalias congênitas um perigo remoto.

 

 

Espero que tenham gostado!

 

Até a próxima 😘

 

Obs.: independente de personalidade , características ou tipo sanguíneo, É MUITO IMPORTANTE lembrar que TODO ANIMALZINHO, merece muito amor , carinho,  atenção e respeito! 💕🐶

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *